Coordenadoria de Extensão - Políticas Sociais - crr

A proposição de novos direitos e de novas políticas sociais deve ser fruto da parceria entre conhecimento acadêmico e popular, entre as práticas de ensino, pesquisa e extensão e as ações sociais da sociedade civil. O papel da Universidade deve ser pensado no contexto de afirmação de direitos e do reconhecimento dos sujeitos desses direitos como interlocutores para a construção de um pensamento crítico.
Por essa razão, é imprescindível pensar a ação institucional extensionista em conjunto com os movimentos sociais, estabelecendo o diálogo e a atitude cidadã em nossa comunidade acadêmica.

 

Coordenadora de Extensão

Profª Dra Maria Virgínia Filomena Cremasco

 

Contato:

coex@ufpr.br

(41) 3310-2756

Giovana Candiotto 

Rosane Schlichta 

 

O Centro Regional de Formação em Políticas Sobre Drogas da UFPR (CRR-UFPR), fruto  de um convênio entre a Universidade e a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD),  tem como objetivo qualificar profissionais vinculados ao Sistema de  Saúde, Assistência social, Educação, Justiça e Segurança Pública entre outros, vinculados  ou não a Rede de Atenção Psicossocial, bem como os  estudantes  e sociedade civil interessada nesta temática.


No  período de dezembro de 2015 a dezembro de 2016, ofertou-se  4 módulos  de 60h cada,  para turmas de 50 a 75 cursistas, no  período da  manhã ou da tarde,  selecionados por chamada pública. Desta forma, passaram pela formação  450 cursistas, dentre estes, 240 concluíram os módulos.


O corpo docente destes  4  módulos foi formado por 8 professores da UFPR e dois  externos, de diferentes formações: psicologia, enfermagem, terapia ocupacional, medicina, biologia, odontologia, educação física e farmácia, reafirmando o caráter interdisciplinar, multiprofissional e intersetorial   que envolve a atenção  as pessoas em situação de vulnerabilidade por  uso e abuso de drogas.  
Os módulos  trataram sobre as seguintes temáticas:

 

Módulo 01. Políticas sobre Drogas e Saúde Mental, marcos legais, diretrizes e conceitos fundamentais.

 

Módulo 02. Dispositivos Terapêuticos em Saúde Mental, álcool e outras drogas.

 

Módulo 03. Atenção em saúde mental, álcool e outras drogas em situações de Crises/Urgências e Emergências.

 

Módulo 04. Atuação em Saúde Mental, Álcool e outras Drogas com Populações Vulneráveis: inserção social, saúde, moradia, cultura.

 

Abaixo estão disponibilizados os slides utilizados pelo corpo docente envolvido  nestes 4 módulos,  que podem ser baixados pelos cursistas ou interessados pela temática.

 

Módulo 04 Sabrina Stefanello - Slides tratam sobre as oficinas de trabalho como estratégia para o tratamento e geração de renda para  as pessoas em sofrimento mental inseridas na RAPS download
Módulo 04 Sabrina Stefanello - Slides problematizam sobre os determinantes sociais de saúde implicados na cidadania e inclusão social das pessoas com sofrimento mental, em especial dos usuários de álcool e outras drogas download
Módulo 04 Rogério Goulart - Slides problematizam sobre as bases sociológicas das interações sociais dos indivíduos e grupos, a partir de autores como Bauman e Goffmann. download
Módulo 03 Roseli Lacerda - Slides tratam sobre a ação das diferentes drogas no sistema nervoso  central e os medicamentos utilizados como tratamento.    download

Módulo 03 Roseli Lacerda - Slides tratam sobre o histórico da construção dos conceitos e  diagnósticos das dependências químicas.

download
Módulo 03 Dione Menz - Slides tratam sobre o manejo do alcoolismo pelas equipes de Atenção Primária a Saúde (APS), na perspectiva da desintoxicação ambulatorial.  download

Módulo 03 Dione Menz - Slides tratam sobre os tipos de  contenção, suas indicações e  os cuidados que as equipes de saúde devem   tomar ao utilizá-las.

download
Módulo 03 Marcelo Kimati - Slides tratam sobre o atendimento às urgências médicas relativas ao abuso e dependência do  álcool, cocaína e crack. download

Módulo 02 Virgínia Cremasco - Slides apresentam reflexões sobre a  Psicopatologia das Adições segundo a Psicanálise e Clínica Ampliada

download

Módulo 02 Roseli Lacerda - Slides apresentam os princípios e aplicação da Intervenção Breve (IB) para o aconselhamento e condução dos casos de uso e abuso de substâncias.

download

Módulo 02 Roseli Lacerda - Slides apresentam os critérios para o diagnóstico do uso e abuso de álcool e outras drogas, segundo a CID e DSM   e testes que poderão auxiliar nestes diagnósticos, como: CAGE, AUDIT,  ASSIST.

download

Módulo 02 Paula Silva - Slides apresentam fundamentos,   modelos, e práticas de prevenção relativas ao uso de álcool e outras drogas, exemplificadas através do jogo "Elos".

download

Módulo 01 Luis Ferro - Slides apresentam reflexões sobre os marcos legais, diretrizes e conceitos fundamentais da Política de Saúde Mental, detalhando os componentes da  rede de atenção psicossocial (RAPS). 

download

Módulo 01 Dione Menz - Slides tratam sobre o histórico das Políticas de Saúde Mental no Brasil, a Reforma Psiquiátrica e influencia dos diferentes modelos, em especial da  Psiquiatria Democrática Italiana.    

download

Módulo 01 Dione Menz - Slides tratam sobre as Políticas Públicas do campo da Assistência Social (SUAS) que podem ser articuladas com a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS).

download

 

Seminário de Prevenção ao Suicídio

 

Perfil epidemiológico do suicídio no Estado do Paraná download
Perfil da mortalidade no Município de Curitiba download

 

Palestra: Aspectos Narcísicos das Compulsões

 

 

O Prof Dr. Julio Sergio Verztman da UFRJ irá proferir uma palestra sobre Compulsões, gratuita e aberta ao público, no dia 4 de março no Departamento de Psicologia (sala 204 às 13h30) em nossa Universidade.
Esta palestra faz parte das atividades de Extensão do Centro Regional de Referência para Formação em Políticas sobre Drogas da UFPR, da Coordenadoria de Políticas Sociais da PROEC, que tem por objetivo oferecer, como atividade de Extensão universitária presencial, processos formativos para capacitação permanente dos profissionais atuantes na área de acordo com a Política Nacional sobre Drogas e a Política Nacional de Saúde Mental, em consonância com o princípio de indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e Extensão.
O Prof Verztman é psicanalista, psiquiatra, Doutor pelo Ipub-UFRJ e psiquiatra deste mesmo órgão. Autor do livro Tristeza e Depressão: Pensando nos Problemas da Vida (Vozes, 1995), entre outros.

 

Embora o conceito de compulsão não tenha sido inventado pela psicanálise, é inequivocamente Freud quem fornece a sua inteligibilidade clínica e teórica ao compor a grade conceitual da neurose obsessiva. O obsessivo é o paradigma de um novo tipo de sujeito, dividido por imperativos ambivalentes, submetido de modo paradoxal à figura transcendente paterna, que dará respostas específicas ao trauma representado pelo processo edípico. A compulsão, figuração mais complexa do que Freud denominou de ritual de anulação, dá provas da presença da sexualidade, da pulsão e do conflito psíquico na esfera da ação. Contra-investimento para fazer face ao fracasso parcial do recalcamento na neurose obsessiva, o sintoma compulsivo é indissociado do universo nocional que dará origem ao édipo, num caminho trilhado por Freud a partir do caso do "Homem dos ratos". No presente trabalho, pretendemos apresentar uma hipótese, segundo a qual o sintoma compulsivo na atualidade se esmaece em seu colorido conflitual e sexual para expressar fragilidades relacionadas à constituição narcísica. Discutiremos alguns dados retirados de uma pesquisa clínica realizada pelo Núcleo de Estudos em Psicanálise e Clínica da Contemporaneidade (NEPECC), os quais sugerem que a compulsão é uma saída encontrada por alguns sujeitos para dar alguma estabilidade ao domínio de si.

 

Informações:
Palestra: Aspectos Narcísicos das Compulsões

Data: 04 de março
Horário: 13h30
Local: Sala 204 do Departamento de Psicologia (DEPSI - segundo andar do bloco da direita do prédio histórico)
Prédio Histórico da UFPR - Praça Santos Andrade, 50 - Centro - Curitiba - PR

Evento gratuito com inscrições na hora e no local
Vagas limitadas
Serão fornecidos certificados

 

 

 

A cerim"nia de abertura do CRR, em 07/12/2015, teve a participação do Reitor da UFPR, Prof. Zaki Akel Sobrinho, da Pró-Reitora de Extensão e Cultura, Prof.ª Deise Picanço, da Presidente da Fundação de Ação Social, Márcia Freut, do Secretário Municipal de Esporte e Lazer, Aluísio Oliveira, do Secretário Municipal de Saúde, César Monte Serrat Titton e do Diretor de Políticas sobre Drogas da Secretaria Municipal de Saúde, Marcelo Kimati. A aula inaugural foi ministrada pelo prof. Pedro Gabriel Delgado da UFRJ.

 

Os processos formativos são:

1. Políticas sobre Drogas e Saúde Mental, marcos legais, diretrizes e conceitos fundamentais
Objetivo específico: Fornecer os conceitos, diretrizes e princípios básicos das políticas sobre drogas
Público alvo (área de atuação): Profissionais atuantes nas Redes de Atenção Básica, RAPS, SUAS (CRAS e CREAS, CentroPop), CAPSis, Educadores, ESF, Conselheiros Tutelares
Formação: Médicos, Enfermeiros, Psicólogos, Assistentes Sociais, Educadores e profissionais da área.
N° de participantes: 90 (noventa) sendo 2 turmas de 45 (quarenta e cinco) profissionais
Carga horária: 40 (quarenta) horas teóricas e 20 (vinte) horas práticas

 

Conteúdo:
1. A Política Nacional sobre Drogas (PNAD) e a Política Nacional sobre o álcool
2. Diretrizes das Políticas nacionais de saúde mental e de drogas (SUS-RAPS)
3. Política de assistência social (SUAS)
4. Rede de atenção psicossocial RAPS, componentes e pontos de atenção
5. Epidemiologia do uso de drogas no Brasil e no mundo
6. Redução de danos como lógica e diretriz de cuidado
7. Redes de apoio social e inserção social do usuário de drogas

2. Atenção em saúde mental, álcool e outras drogas em situações de Crises/Urgências e Emergências.
Objetivo específico: Capacitar os profissionais para a atuação em situações de crises, urgências e emergências relacionadas ao abuso de álcool e outras drogas
Público alvo (área de atuação): Profissionais atuantes nos serviços SAMU, UPAS, Hospitais Gerais, CAPS (Ads e Transtornos), Consultório da Rua, Atenção Básica, Resgate (FAS), UPA, SAMU, Consultório na Rua, ESF.
Formação: Médicos, Enfermeiros, Psicólogos, Assistentes Sociais, Educadores e profissionais da área.
N° de participantes: 90 (noventa) sendo 2 turmas de 45 (quarenta e cinco) profissionais
Carga horária: 40 (quarenta) horas teóricas e 20 (vinte) horas práticas

Conteúdo:
1. Drogas: Sujeito, contexto e drogas: a complexidade do fen"meno do uso de drogas
2. Padrões de uso: tipos de uso, abuso, dependência
3. Situações de Crise em álcool e outras drogas
4. Abordagens em situações de urgência/emergências em álcool e outras drogas
5. Abordagens terapêuticas do usuário de drogas

3. Dispositivos Terapêuticos em Saúde Mental, álcool e outras drogas
Objetivo específico: Abordar de forma interdisciplinar e intersetorial a diversidade de intervenções clínicas no tratamento de problemas associados ao uso do álcool e outras drogas.
Público alvo (área de atuação): Profissionais atuantes nas Redes de Atenção Básica, RAPS, SUAS (CRAS e CREAS, CentroPop) e Intervidas, Consultório na rua, ESF, CAPS AD e Transtornos, Condominio Social, Unidade de Acolhimento.
Formação: Médicos, Enfermeiros, Psicólogos, Assistentes Sociais, Educadores e profissionais da área.
N° de participantes: 90 (noventa) sendo 2 turmas de 45 (quarenta e cinco) profissionais
Carga horária: 40 (quarenta) horas teóricas e 20 (vinte) horas práticas

Conteúdo:
1. Drogas: Sujeito, contexto e drogas: a complexidade do fen"meno do uso de drogas
2. Padrões de uso: tipos de uso, abuso e dependência
3. Conceitos fundamentais: Escuta, Vínculo, Empatia, Aceitação Incondicional.
4. Projeto Terapêutico Singular (PTS)
5. Intervenção breve e Entrevista motivacional
6. Acompanhamento terapêutico e abordagens na rua
7. Abordagens terapêuticas em Grupo
8. Abordagens com familiares
9. Estratégias de auto fortalecimento, mútua ajuda e reabilitação psicossocial.

4. Atuação em Saúde Mental, álcool e outras Drogas com Populações Vulneráveis: inserção social, saúde, moradia, cultura
Objetivo específico: Capacitar os profissionais para o desenvolvimento de estratégias de inserção social e fortalecimento de cidadania em populações vulneráveis.
Público alvo (área de atuação): Profissionais de Saúde e de Ação Social que atuam com populações vulneráveis
Formação: Médicos, Enfermeiros, Psicólogos, Assistentes Sociais, Educadores e profissionais da área.
N° de participantes: 90 (noventa) sendo 2 turmas de 45 (quarenta e cinco) profissionais
Carga horária: 40 (quarenta) horas teóricas e 20 (vinte) horas práticas

Conteúdo:
1. Drogas: Sujeito, contexto e drogas: a complexidade do fen"meno do uso de drogas, dimensões psicossociais.
2. Inserção social: a problemática do estigma, do isolamento e da formação de grupos excluídos
3. Estratégias de fortalecimento entre pares para a cidadania, mútua ajuda e protagonismo psicossocial.
4. Os sentidos do trabalho, a qualificação e a inserção social/laboral para populações vulneráveis
5. Associações, cooperativas e empreendimentos solidários: instrumentos para organização social e laboral da população em desvantagem psicossocial
6. Cidadania e seus sentidos para os usuários de drogas em situação de exclusão social.

Todos os processos formativos são gratuitos. O primeiro processo formativo "Políticas sobre Drogas e Saúde Mental, marcos legais, diretrizes e conceitos fundamentais" iniciou em 10 de dezembro de 2015. Os Próximos processos formativos ocorrerão em 2016. Para maiores informações os interessados devem entrar em contato no e-mail crr@ufpr.br.

Pró-Reitor:
Prof. Dr. Leandro Franklin Gorsdorf

 

Trav. Alfredo Bufren, 140 - 3º Andar
curitiba - paraná - cep:80020-240
Fone: (41) 3310-2601
Fax: (41) 3310-2607
proec@ufpr.br


Problemas e/ou sugestões para com este Site encaminhe e-mail para unigraf@ufpr.br

PROEC 1990 - 2017 © todos os direitos reservados | desenvolvido por unigraf/proec - wmv